Texto: Guilherme Bayara (@GuilhermeBayara ) | Imagem: We ♥ it (We heart it)

branco_calmo_tortura_vida_dificil_acordar_escapar

A vida não é como você pensa.

Em um momento você está pisando em chão sólido, no outro afogado em suas ideias fluidas, seus pensamentos líquidos.

A fluidez agora te espanta, toma conta de você. Invadiu seu espaço, sua vida. Tomou conta de forma calma e tranquila. Discretamente foi tomando conta de tudo, sem perturbação, sem alteração, ela se mantém constante.

Perturbado está você, se debatendo e não acreditando no que vê. Mas tudo é tomado aos poucos, por mais que você se debata tudo ao teu redor parece te ignorar. Branco, apenas branco, apenas subindo, te engolindo, sem ondulação, sem perturbação.

Foi você que provocou tudo isso, foi você quem criou tudo isso. Você preencheu todo o espaço, toda sua vida. O que você pensava ser um caos está tomando conta de você, te engolindo de forma calma e constante. Repetitivo, é o mesmo padrão.

Foi você quem causou isso, não percebe? Tudo que agora sobe e te leva em direção ao teto você quem fez. Agora fica em busca de abrigo, em busca de ar para respirar. O erros que espalhou frenética e descontroladamente agora retornam a você calmos e constantes. As mesmas palavras se repetem em tua cabeça, a confusão está apenas em teus pensamentos, a ordem ao teu redor te machuca, pois você é o único perturbado aqui. Teu corpo pesa dentro de toda essa calma, você não causa alteração nenhuma, apenas é puxado para baixo. Teus ossos se comprimem, seus músculos não respondem, a calmaria e quietude entram pelos seus poros, penetram por suas narinas, contaminando teu corpo, teu coração desacelera mesmo você sentindo os batimentos mais rápidos, teus pensamentos estão a mil. Teus gritos não são ouvidos, o silêncio absoluto toma conta de tudo.

Cada vez mais próximo do teto, janelas e portas estão fechadas, o ambiente foi completamente invadido, você chega cada vez mais perto do fim e ainda não percebe que é tudo fruto de seus pensamentos.

O teto está cada vez mais próximo.

Acorde, você está ficando sem ar.