Texto: Guilherme Bayara ( @GuilhermeBayara ) | Imagens: We ♥ it (We heart it)

smile

Apenas um olá.

Um olá de um estranho.

Não o vejo, não o escuto, apenas sei que ele está lá.

Respondo, ele não me vê, não me escuta, apenas sabe que estou em algum lugar.

Conversamos dessa forma incerta e misteriosa, a conversa flui.

Aos poucos este estranho, ainda misterioso, não me parece mais um estranho.

Aos poucos me sinto cada vez mais confortável com ele, cada vez mais amigo.

Ainda são mistérios para mim, seu nome, tua face, tua voz, mas conheço tuas palavras.

Você pode achar que eu talvez esteja me arriscando ou até sendo estúpido em conversar com um estranho, mas estas palavras retratam apenas a minha visão, não precisa ficar com medo de minha declaração. Eu sei onde piso, sei o que falo e sei o que escrevo.

Aos poucos suas palavras ficam cada vez mais familiares, tua presença mais necessária, quando se vai eu sinto falta e quando chega, eu sorrio.

Entre brincadeiras e palavras públicas, trocamos sinceridades longe dos olhos de todos.

Aos poucos a confiança cresce e lhe digo quem sou de verdade, acredito que o mesmo aconteceu com você.

Cada vez me sinto mais a vontade com você.

Simples assim.

Alguém que me faz sorrir, alguém que encontrei de forma que jamais imaginaria.

Comecei dando um olá para um estranho,

e dou tchau para um conhecido,

e um Oi para um amigo.

Engraçado com a vida no surpreende às vezes.

Ainda não posso dizer se o sentimento crescerá, se isso tudo irá durar. Espero que sim.

E o que eu estou tentando dizer em meio às estas palavras perdidas no espaço, é que ,simplesmente, eu já gosto muito de você.

p.s.: Hot like Mexico. Para quem entende.

p.s.s.: fico te devendo uma texto mais feliz. Mas me prometa que hoje você irá sorrir.

tumblr_l37mnisZjv1qbm7pao1_400_large