Texto: Guilherme Bayara | Imagem: We heart it

sonho_realidade_Origem_inception

Eu gosto de sonhar...

Jamais me acuse de não o fazer. Às vezes acho que sonho até demais.

Mas sonho por sonho, somos todos iguais, são todos iguais.

Sempre gostei de sonhar. Sempre soube que é necessária alguma ação para o realizar.

Sonho por sonho, e fiquei no mesmo lugar.

Jamais fui parado, apenas esperando que ele chegue. Mas também não comecei um movimento continuo, ao menos é o que sinto. Está na hora de me movimentar de forma correta, planejada, de forma a evoluir.

Chega de correr por estradas incertas procurando pelo futuro exato.

Tenho de fazer o contrário, andar por estradas certas procurando por um futuro, ainda, indeterminado.

É quase como um estalo. De repente você que está tudo errado...

Bem, talvez também seja um processo...

Eu já sentia que algo estava errado, mas não sabia o que...

Aí vem o estalo.

De repente você recebe um “Wake up call”, um aviso...

As coisas tem que mudar...

É você quem tem que mudar...

De que serve um sonho se ele continua sendo apenas uma fantasia.

Sonhos que não se realizam não confortam, me incomodam.

Sonhos foram feitos para serem trazidos a realidade.

Sonho por sonho e você continua dormindo.

É hora de acordar, é hora de viver.